quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Preconceito e a Lei 12.764/12

Orgulho e preconceito é um romance da britânica Jane Austen, publicado em 1813.
Um dos temas trabalhados no livro é o julgamento das pessoas pelas primeiras impressões e o preconceito.
O preconceito é a primeira impressão parcial e incompleta de algo, uma opinião formada sem reflexão. Por isso, em muitos casos, o preconceito tem um sentido negativo.
A foto foi tirada no Campo de Concentração Sachsenhausen, na região de Berlim, e representa a dor, o sofrimento de quem certamente perdeu um parente, um amigo em decorrência da desnutrição, de doenças ou experimentos médicos que eram feitos com humanos no local.
O nazismo defendia a superioridade da raça ariana e a doutrina do "espaço vital" nacional, necessário aos alemães, um espaço territorial mínimo que - para um povo daquela grandeza - significava controlar toda a Europa.
A ideologia nazista é preconceituosa e, muito embora tenha sido proibida na Alemanha, encontramos ainda hoje muitos outros exemplos e formas diferentes de preconceito.
Infelizmente no Brasil há um forte preconceito em relação às pessoas com deficiência.
E o preconceito é combatido com a edição de leis.
Recém publicada em 27 de dezembro de 2012, a Lei 12.764 instituiu a política nacional para proteção aos direitos da pessoa com espectro autista, assegurando aos autistas os benefícios legais de todos os portadores de deficiência, como por exemplo, a reserva de vagas em empresas com mais de cem funcionários, atendimento preferencial em bancos e repartições públicas.
Segundo o coordenador do programa de transtornos do espectro autista do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, "os autistas no Brasil são invisíveis. A população não sabe o que é, a maioria dos profissionais não sabe do que se trata.".
A lei, como sempre, é bem intencionada.
Contudo, a norma, por si só, não será suficiente para vencer esse tipo de preconceito.
É necessária uma transformação do pensamento, o que só se consegue por meio da educação e da cultura.
Essa transformação do pensamento, a educação para conviver com as diferenças, deve ser introduzida em nossas casas.
Impõe-se a mudança de ótica para que possamos verdadeiramente combater o preconceito odioso, para que a paz possa reinar em nossas vidas, em nossa comunidade, em nosso País.
A Lei que combate esse tipo de preconceito está vigente.
Precisamos fazer vigorar essa "lei" e combater todas as formas de preconceitos em nossas vidas.

2 comentários:

Anônimo disse...

purchase tramadol tramadol online next day - buy tramadol no prescription needed

Anônimo disse...

can you buy tramadol online best site purchase tramadol - tramadol wiki

Ocorreu um erro neste gadget